Pensamentos Incomodantes

(…) “De uma maneira simples, fazer este trabalho leva-me a ter outra perspetiva das situações.

Aos poucos, e à medida que vou sentindo os benefícios do que antigamente achava serem vivências difíceis, fico mais liberta, mais serena e mais em paz.

E, por vezes, surgem os pensamentos de que isto é apenas o início do trabalho e que muito ainda existe para fazer.

É para todo o sempre, que é como quem diz: é durante os próximos segundos que Puf! já foram.

E frequentemente o único pensamento que existe é seme-lhante àquela imagem do Homer Simpson, em que existe apenas um donut no cérebro. E é uma delícia ter apenas o pensamento de um donut para pensar.

É esta a minha imagem de ilha de serenidade. Hummmm, donut…”

Excerto do livro “Pensamentos Incomodantes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *