Arquivo de etiquetas: controlo

Gratidão parte II

Talvez porque o outro confia na Vida de uma forma que eu não faço.

Falava com alguém no outro dia que acreditava que a Vida era injusta porque parecia facilitar o dia-a-dia de pessoas que aparentemente nada faziam pelo que ganhavam e, por outro lado, parecia dificultar tanto o tempo presente de quem se esforçava.

Compreendi esta sensação, porque acreditei também nesta injustiça durante muito tempo.

Surgia a impressão de insatisfação, de não ser suficientemente boa e de mal-estar pela sensação.

Mas a Vida vai dar-nos o que necessitamos, apesar de não ser por vezes o que queremos.

E reclamamos e tentamos rebater esta situação, com comentários do tipo “e a doença que me calhou agora” ou “e as pessoas que estão a viver a guerra” e etc.

E sim, é um facto de que as situações não são as que gostaríamos de passar, mas tentar lutar contra elas, não vai ajudar na resolução da questão.

Onde é que eu posso ser mais útil para mim e para o outro: quando estou a reclamar do que acontece e do que tenho, ou quando paro para tentar perceber o que existe à minha disposição e o que posso fazer com isso?

“Mas o outro continua a receber da Vida muito mais do que necessita ou muito mais do que eu.”

Porque será?

Talvez porque o outro confia na Vida de uma forma que eu não faço.

Talvez porque eu tenho necessidade de controlar tudo o que se passa, não dando espaço à Vida para me dar o que tem de melhor.

Na minha fúria de controlo, senti durante muito tempo que a Vida era injusta.

Algo de curioso começou a surgir, quando comecei a deixar a necessidade de controlo.

A Vida começou a dar-me situações que eram gratificantes e que continham muito mais do que eu pedia.

Percebi que eu era injusta com a Vida, porque nem agradecia o que me era dado diariamente. E estou viva neste momento e tenho tudo o que necessito para fazer o que é para fazer.

A seguir, logo se vê.